segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Você é o que você come - 37º capítulo

Ponto de vista do Jason:

Quando saí do banho vi que tinha uma mensagem da Vanessa. Um sorriso cresceu em meus lábios na mesma hora, para desaparecer logo depois junto com a cor do meu rosto quando acabei de ler o conteúdo da mensagem. Debati mentalmente a possibilidade de ela estar brincando. Não, ela não brincaria com uma coisa dessas. Coloquei uma calça e uma camisa correndo, peguei meu casaco e as chaves do carro no caminho da porta e dirigi até a casa do John. É melhor que esse babaca não esteja com nenhuma garota agora.

"O quê?" Ele soou irritado ao abrir a porta.

"Vanessa. Ela está em apuros."

"Hm. E o que você tá fazendo aqui?" Ele perguntou se inclinando contra a porta.

"Ela é parte de nós! E nós ajudamos uns aos outros." Rangi os dentes tentando manter a calma.

"Jason, da última vez que eu chequei, você não queria que ela fizesse parte de nós. Você disse que era melhor pra ela ficar longe da gente. E você ainda tem a audácia de vir aqui pedir ajuda..."

"John. Eu não estou brincando." Minhas mãos se tornaram punhos do lado do me corpo.

"Criança, eu não ajudo com a sua vida pessoal. Agora saia da minha propriedade."

Saí revoltado. No caminho de volta pro carro eu achei uma pedra consideravelmente grande, peguei o objeto pesado e joguei contra a janela do John. Esse viado vai aprender a não mexer comigo. Ouvi o vidro quebrar e vi o John se aproximar da janela gritando alguma coisa que eu realmente não prestei atenção. Tudo o que eu precisava era saber onde ela estava. Eu estava pouco me fudendo pra onde era, eu só sabia que eu iria até lá e a traria pra casa segura. Senti meu peito ficar cada vez mais pesado. A preocupação, a tristeza e a culpa me consumiam. E se eles fizeram alguma coisa com ela? Tinha quase certeza de quem eles eram. Provavelmente o Cole e a irmãzinha doente dele. Se eu ao menos soubesse aonde eles estavam... Corri pra casa de novo e liguei pro celular dela. Talvez ela ainda o tenha com ela.
Uma voz feminina atendeu o celular, mas não era a da Vanessa. Era mais... fina e irritante. Liguei os pontos e cheguei a conclusão que era a irmã do Cole.
"Passe a merda do celular pro seu irmão." Gritei.

"Eu tô com o seu brinquedinho aqui e não vou devolver." Cole disse, fazendo-me apertar o volante com força até meus dedos ficarem brancos.

Entrei em casa e vi meu pai sentado no sofá vendo televisão. Não o respondi quando me cumprimentou. Corri pro quarto e levantei o colchão da cama, pegando minha arma de prata que eu tinha escondido ali debaixo e escondi dentro do casaco. Encontrei algumas balas extras e coloquei-as no bolso junto com um canivete e um isqueiro.

Disparei em direção ao carro com minha mochila, que continha vários outros tipos de armamento e roupas extras. Nunca se sabe.. Isso talvez, e provavelmente, vai acabar mal. Joguei a bolsa no banco do passageiro e liguei o carro. Eu não tinha a mínima ideia pra onde eu estava indo, tudo o que eu sabia é que eu estava. Eu sabia que eu tinha que parar pra pensar, mas minha mente e coração estavam trabalhando tão rápido que eu não conseguia me concentrar em nenhum pensamento. Pisei com força no freio, o que fez com que meu corpo fosse jogado bruscamente para frente mas segurado pelo cinto de segurança. Merda. Eu preciso me acalmar. Onde eles poderiam estar? Bati com a cabeça no volante, com a intenção de que os pensamentos que estavam na minha mente parassem. Apertei minha mão esquerda contra o peito e senti meus olhos começarem a arder. Ela pode estar machucada agora e eu estou sendo aqui sendo um egoísta, apenas sentado sem fazer nada. Peguei o celular pra ver a hora em que ela mandou a mensagem e vi que não tinha muito tempo. Apertei o acelerador ainda não tendo certeza pra onde eu estava indo. Uma van preta passou por mim e subiu a colina aonde no topo se encontrava uma casa abandonada. Uma van preta? Que merda é essa. A essa hora da noite? Minha mente começou a funcionar. Cole provavelmente conseguiu outras pessoas pra fazerem o trabalho sujo de sequestrá-la. Acelerei o máximo que pude e fui em direção a casa abandonada. Tem uma chance grande. Mesmo se não, pelo menos eu vou estar indo a algum lugar invés de sentar aqui com a culpa e a preocupação me comendo vivo.
Quando cheguei ao topo vi luzes ligadas. Saí do carro e conferi a arma para ver se estava carregada. Se ele a tocou, eu vou estourar os miolos daquele desgraçado. Abri a porta e entrei devagar, olhando meus arredores. A casa era uma mansão rústica, suja.

"Cole! ACHO MELHOR VOCÊ APARECER!" Gritei assim que cheguei no meio do que parecia ser uma sala, e chequei pra ver se não tinha nenhuma armadilha em minha volta.

"Ah, ele está ocupado fudendo a sua vadiazinha agora. Ele provavelmente não vai te ouvir por causa dos gemidos dela. Desculpa. Mas olha, você ainda me tem!" A irmã dele apareceu vestindo nada além de um sutiã e shorts.

"Onde eles estão, porra?!" Apontei a arma na direção dela.

Eu honestamente estava pouco me fudendo. Ela vai morrer junto com o irmão.

"Ah, Jason. Você fica tão gostoso com esse look de bad boy." Ela disse se aproximando.

Meu rosto se contorceu de nojo e subi as escadas correndo, a deixando falar sozinha. Escancarei a porta de todos os quartos até achá-los.

O que eu vi fez meu coração se apertar de dor. Ela estava amarrada à cama, enquanto aquele desgraçado se aproveitava dela. Apontei a arma em direção a ele e estava quase puxando o gatilho quando um bastão de baseball entrou em contato com a minha mão, fazendo com que o Cole percebesse minha presença.

"Não enquanto eu estiver aqui." A piranha gritou.

Mexi meus dedos para ver se tinha algum quebrado, mas graças a Deus não. Cole estava colocando a calça e eu pude ver a Vanessa chorando na cama. Ela estava tão vulnerável. O pescoço dela tinha várias marcas de mão e cortes.

"O QUE DIABOS VOCÊ FEZ COM O PESCOÇO DELA?" Gritei e o joguei no chão, subindo por cima dele.

"JASON!" Ouvi Vanessa gritar atrás de mim.

"Haha, você deixou a sua marca nela. Eu precisava deixar a minha. Esses cortes vão se tornar cicatrizes e ela vai tê-las pra vida inteira!" Ele deu uma risada doente e eu estava quase socando-o quando fui chamado de volta pela voz doída da Vanessa.

Levantei-me e desamarrei as cordas presas à ela com uma faca que estava na cabeceira da cama.

"Venha lutar como um homem. Sem armas." Cole disse levantando.

"HAHAHA! Você vai precisar da arma, seu frangote de merda." Cuspi as palavras na cara dele.

"Veja por si mesmo, McCann."

"Vamos." Eu disse segurando a Vanessa forte, depois a soltando.

"Não, Jason. Não!" Ela chorou desesperada.

"Não, me desculpa, mas eu não posso te ouvir dessa vez. Eu te amo, e já estou voltando pra te pegar." Beijei-a na testa e saí pela porta.

Ponto de vista da Vanessa:


No momento em que vi o Jason entrando pela porta eu sabia que tudo ficaria bem. Mas eu fiquei sim surpresa quando não vi a figura alta do John logo atrás dele. Eu nunca pensei que ficaria feliz vendo-o bater em alguém, mas foi assim que me senti quando o punho dele tocou a mandíbula do Cole. Esse pedaço de merda me estuprou, cortou meu pescoço. O lado bom é que eu não costumo ficar com cicatrizes, e pedi a Deus para não ficar agora. Ele cortou em quase todos os lugares do meu pescoço, e ficaria horrível se as feridas resolvessem não cicatrizar. Quando ouvi o Cole desafiar o Jason meu coração começou a bater mais forte do que antes, se é que é possível. Eu tinha certeza de o Jason ganharia, mas ainda o queria intacto depois da briga.
Os dois saíram do quarto em direção à escada, me deixando sozinha. Ainda sentada no chão, coloquei minhas roupas e o casaco que o Jason tinha tirado e jogado em cima da cama, insistindo que eu vestisse. Ouvi barulhos de socos e gemidos e fechei meus olhos tentando tirar da minha cabeça o fato de que o Jason podia estar se machucando seriamente naquele momento. Abracei minhas pernas e rezei para que o Jason conseguisse sair dessa. Não sei por quanto tempo eu fiquei sentada na mesma posição, mas minha atenção foi retomada quando ouvi a Liz gritar.

"VOCÊ TRAPACEOU, SEU MERDA!"

Corri o mais rápido que pude até lá, segurando no corrimão o tempo todo para manter meu balance. Antes que pudesse descer a escaria toda, olhei para baixo e vi o Jason todo sujo de sangue, debruçado sobre o cadáver do Cole. Depois ouvi o impacto do metal que o Jason deixou cair no chão. Uma faca com manchas de sangue. Um canivete com manchas de sangue, para ser mais exata. Ele trapaceou. Continuei parada no mesmo lugar por o que parecia uma eternidade. Meus olhos se direcionaram à Liz, quem estava indo em direção ao Jason, segurando uma faca. "Não enquanto eu estiver viva," pensei para mim mesma. Engatinhei até a arma do Jason - que se encontrava perto da porta - e mirei nela. Não posso deixá-la nem chegar perto dele. Segurei o armamento com as duas mãos e puxei o gatilho. Meu corpo foi puxado para trás com o impacto do tiro. Fechei meus olhos e me concentrei no grito da Liz. Abri-los a tempo de vê-la caindo no chão, com uma mancha de sangue começando a se formar no peito esquerdo. Eu acabei de matá-la. Virei a cabeça devagar, encontrando um Jason com os olhos arregalados e boca aberta.
Soltei a arma como se ela queimasse as minhas mãos e corri para os braços dele. Assim que choquei contra seu peito, lágrimas começaram a descer desesperadamente pelo meu rosto. Eu acabei de matar alguém. Não acredito nisso! Como tive coragem de puxar o gatilho?! Merda, merda, merda!

"Shh, bebê. Tá tudo bem. Eu tô aqui. Bebê, pare de chorar." Jason repetiu continuamente enquanto passava a mão pela as minhas costas, tentando me confortar. "Vanessa, eu te amo." Ele levantou meu queixo e me beijou, e não se contentou enquanto eu não o beijasse de volta.

"Bebê... eu sei que você está assustada, chocada, arrependida, preocupada, mas você precisa me ouvir."

"A-aham." Gaguejei.

"Ok. Eu preciso que você me ajude a colocar fogo nessa casa. Precisamos destruir o máximo possível. Você pode me ajudar, princesa?" Jason me segurou e se afastou um pouco para que pudesse olhar nos meus olhos.
Assenti devagar. Estava começando a ficar com soluço. Jason correu até lá fora e trouxe com ele galões de gasolina. Nós praticamente banhamos os corpos com gasolina e o resto da sala. Então ele me levou ao carro, colocou o cinto de segurança em mim, me deu um beijo e saiu correndo após fechar a porta do passageiro. Vi-o passar correndo pelo carro e parar logo quando chegou na porta da casa. Puxando um pedaço de papel do bolso e um isqueiro, ele jogou o papel flamejante porta adentro assim que o acendeu e voltou correndo pro carro, ligando-o e acelerando segundos depois. Virei-me para trás vendo as chamas ficarem cada vez maiores, engolindo a construção devagar.

"Jason..." Comecei.

"Shhh, bebê. Me dê um minuto."

Assenti com a cabeça e olhei para frente. Jason tinha as duas mãos no volante, e parecia que não estava nem ali. O corpo dele estava, mas sua mente e alma estavam em outro lugar.

***
Gente, eu estou r e v o l t a d a. Minha fic no Nyah! foi deletada porque disseram que eu tava copiando outra. ALGUÉM ME EXPLICA COMO PORFA?????????? Eu passei um dia inteiro escrevendo a merda do primeiro capítulo e consegui 24 reviews com ele, e a desgraça do site falou que eu copiei. Sério, eu fiquei muito chateada. Mas enfim, a vida segue. Vocês chegaram a ler, por acaso? Porque se sim, talvez eu a continue aqui. Vocês que mandam.
Obrigada pelos comentários, suas lindas! Eu leio todos e fico muito feliz, mesmo não respondendo sempre.

17 comentários:

  1. suaa linda continua logo! eu amo o seu blog, na vdd , ele é o meu preferido! adoro a história , acho vc uma puta duma escritora , então, não me faz morrer! continua logo amor , pq se eu morrer de curiosidade eu volto pra puxar seus pés rumm u.u rsrs'' brink's amor ta perfeito contnua

    ResponderExcluir
  2. TAMBÉM FIQUEI REVOLTADAAAAAAAAA QUE APAGARAM A FIC...
    QUE SACO... SÓ PORQUE TAVA DEMAIS, ...
    AAAAAAAAAAAH QUE ODIO...
    EU LI OS DOIS CAPS .... E PRECISO LER MAIS...

    ENFIM ....
    ADOREEEEEEEEEEEEEEEEEEI QUE VOCÊ POSTOU, OMG...
    TAVA COM SAUDADE DE LER SÁ IB...
    CONTINUA RAPIDO? PLS PLS

    ResponderExcluir
  3. Cara, fiquei muito revoltada também! Eu tava ADORANDO! Daí um dia eu entrei pra ver se você já tinha postado outro capítulo e não tinha mais nada lá )):
    PRECISO LER MAIS DELA! HAHAHA

    -----------

    E ESSA SUA IB TÁ MUITOOOOOO BOA! CONTINUA!

    ResponderExcluir
  4. continuaaaaaaaaaaaa
    nossa eu amo sua ib!1 Ela e perfeita queria que nao demorasse muito mas tudo vc deve ter seus motivos :/
    Sudades de você!
    eu nem cheguei a le quando fui ler ja havia sido excluida :/

    ResponderExcluir
  5. Nossa ..... vc demorou para postar mais tbm agr , vc recompençou eihn ?
    Ta d++ , flor continua au amo ,amo , amo ,amo msm a sua IB !!

    #Contina

    ResponderExcluir
  6. Nooooooooooossa, bê!!
    O que foi isso ? Foi isso mesmo que eu li ? A Vanessa atirou em alguém e o Jason disse 'eu te amo' ??
    OMFG! Você é uma escritora e tanto, véi!
    Tá perfeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeita demais essa #IB u.u
    Bê, eu não consegui ler sua fic no Nyah :'(
    Me desculpa?
    Hmmmmmm, o Jason tá com os pensamentos aonde, hein?! ~le curiosidade~
    Diva, te amo!
    XOXO

    ResponderExcluir
  7. NOSSA QUE MT LOKOO .. PELO AMOR DE DEUZIS CONTINUA FLOOR .. TA SIMPLISMENTE FODASTICA .. AAAAAAAAAAAAAAH eu li siim a sua fic no Nyah e ela tava tbm MT FODA SIMPLISMENTE MT LOKA .. pelo amor de deuzis CONTINUA aqui também viiu .. EU AMEI *--*

    ResponderExcluir
  8. Ameeeeeeeeeeei, ficou muito perfeito. Continua logo plmdds. >.<
    Nossa véi, que sacanagem. '-' Eu li sim a sua fic no Nyah! e amei, é perfeita... posta ela aqui pls. :D

    ResponderExcluir
  9. oooi leitora nova *-* eu nao cheguei a ler a outra, mas ouvi comentarios de que ela e otima, entao acho que seriia legal posta la aqui, mas tem que continuar essa viu kkk beijo e eu amo sua ib, muito diva *-*

    ResponderExcluir
  10. Sua linda ate que enfim vc postou esperei ansiosamente por isso, e sim amore eu li a sua fic no Nyah e até deixei Reviews e eu fiquei hiper/mega raivosa com essa porra que o Nyah fez em excluir sua Fic, eu tinha gostado tanto. Eu eu acho que seria bom se quando vc acabasse com essa do Jason, vc poderia recomeçar a sua Fic do Nyah aqui mesmo <3

    ResponderExcluir
  11. continuaaaaaaaa..sua perfeita..e eu não li sua fic do nyah mas caso voce faça outra lá,avisa aqui pra todos nos lermos..beijo e continuaa logo..
    by:@Pao_de_quejo

    ResponderExcluir
  12. Leitora nova ! MEU DEUS ! Que coisa perfeita, acho que porderia ler o dia inteiro... continuaa !

    ResponderExcluir
  13. Continuaaa aporfavoor

    ResponderExcluir
  14. nossa ta muito bom isso continua

    ResponderExcluir
  15. Selinho Para você :
    http://wordsecreto.blogspot.com.br/2013/07/seeeeeeeeeeeelinho.html

    ResponderExcluir
  16. CONTINUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUA ~LEITORA NOVA~

    ResponderExcluir